fbpx

Fazer um passeio de barco no Rio de Janeiro é uma das experiências mais incríveis que alguém pode vivenciar na cidade maravilhosa. Com uma vista deslumbrante da Baía de Guanabara, o Rio de Janeiro encanta qualquer um.

Passeio de Barco no Rio de Janeiro

Vocês lembram que ano passado fomos a Curitiba para o Encontro da RBBV? Pois então, um dos patrocinadores deste evento foi o Tripadvisor – site de avaliações de viagem – e eles concederam a todos que estiveram nesse evento um bônus de 50 dólares para usarmos em alguma experiência.

Eu, e mais algumas meninas do grupo de blogueiros cariocas – a Débora do Diário de Viajante, a Júlia do blog Fora da Toca e a Maria do blog 1 viagem, 2 visões – compramos um passeio de barco, um verdadeiro sunset tour na Baía de Guanabara. Ou seja, faríamos um incrível passeio de barco no Rio de Janeiro e ganharíamos de bônus um belo pôr do sol. Presentão né!

Saída da Urca: como chegar

Esse passeio já começou me surpreendendo. Eu imaginava que todos os passeios de barco precisavam sair da Marina da Glória, mas descobri que na Urca existe um cais improvisado onde os passeios autorizados podem embarcar e desembarcar seus clientes.

De transporte público (Metrô + Ônibus): Para chegar até a Urca eu peguei o metrô linha 2 (Pavuna) na estação Engenho da Rainha, fiz baldeação na Estácio e depois peguei o metrô linha 3. Desembarquei em Botafogo e peguei a sairá da Rua Nelson Mandela, onde fica o ponto final do ônibus 503. Ele passa em toda a extensão da Urca, assim como na Praia Vermelha. Então caso você esteja indo fazer a Trilha do Pão de Açúcar ou andar de Bondinho, ele também servirá para você.

Eu desci próximo do “ponto final” do ônibus – apesar dele ser circular ele fica alguns minutos parados em um ponto na altura da Praia da Urca.

Início do passeio de barco no Rio de Janeiro

Nosso passeio estava previsto para começar às 16h30min. Com a intenção de ver o pôr do sol da Baía, ele teria duração de 3 horas. Com isso, pudemos explorar um pouco da Orla carioca e dar um pulo em Niterói.

Saindo da Urca a paisagem já se transforma em algo impressionante. Podemos observar:

  • Morro da Urca
  • Pão de Açúcar
  • Fortaleza de São João
  • Forte da Lage
  • Fortaleza de Santa Cruz, essa já em Niterói

Fortaleza de São João

A Fortaleza de São João da Barra, no Rio de Janeiro – também conhecida como Forte de São João. Localiza-se no lado ocidental da barra da Baía de Guanabara, no bairro da Urca. Funciona, atualmente como sede do Centro de Capacitação Física do Exército/Fortaleza de São João, unidade do Exército Brasileiro.

Antecedentes: o reduto de São Martinho

A várzea entre o sopé do Morro Cara de Cão e o Morro do Pão de Açúcar foi ocupada pelas forças do primeiro governador da capitania do Rio de Janeiro, Estácio de Sá, que fundou a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, no contexto da luta para a expulsão dos franceses da Baía de Guanabara.

A Fortaleza de São João foi ampliada e reformada ao longo dos anos, entrou em serviço em 1618, constituída por quatro baterias: São José, São Martinho, São Teodósio e São Diogo. Participou de muitos momentos importantes para a história do país, e trocou fogos com a Fortaleza de Santa Cruz e o Forte da Laje.

Visitação

O Forte de São João pode ser visitado de terça à domingo, das 9h às 13:30, mediante a agendamento prévio de 48 horas.

Forte e Ilha da Laje

O Forte Tamandaré da Laje, está localizado na entrada da Baía de Guanabara na Ilha da Laje. Seu formato chama atenção por lembrar muito um submarino. Ele era um dos responsáveis por proteger o país junto com a Fortaleza de Santa Cruz e o Forte de São João contra invasores.

A Ilha da Laje, possui em sua maior dimensão 100 metros. E está localizada em um ponto estratégico, quase no meio da entrada da Baía de Guanabara, por este motivo a fortificação participou de vários períodos históricos. Tudo por conta da sua posição muito estratégica. Se você reparar bem, apesar de aparentar estar no meio da Baía, o Forte da Laje está um pouco mais perto do Morro Cara de Cão.

forte da laje

O nome da fortaleza, “Forte de Tamandaré” foi uma homenagem a um dos mais importantes almirantes Brasileiros. Depois de muito brigaram com o mar para manterem o local em atividade, os governantes tentaram transformar o local em uma prisão para presos políticos, mas mesmo o Marquês de Lavradio construindo poderosos muros em volta da Fortaleza, quando o mar se revoltava a guarnição ficava completamente rendida e sem contato com a terra por dias.

Após se renderem aos desejos do Mar, o Forte passou a funcionar como uma espécie de bunker, até ser definitivamente desativado. Hoje, não é possível visitar o Forte. A única maneira de vê-lo é através de passeios de  barco pela Baía como o que nós fizemos.

Fortaleza de Santa Cruz

A Fortaleza de Santa Cruz, está localizada no lado oriental da Baía de Guanabara, no bairro de Jurujuba, em Niterói. Guarnecida até os dias de hoje, atrai uma média de 3.500 visitantes por mês, em visitas guiadas, de hora em hora, com a duração de cerca de 45 minutos. Atualmente é a sede da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército.

Considerada a principal fortaleza na defesa da barra da Baía de Guanabara, a Fortaleza de Santa Cruz foi palco de diversos acontecimentos importantes para a construção da história do Brasil, sendo eles;

  • Floriano Peixoto, Presidente da República (1891-1894), serviu nesta fortaleza
  • Em 1892, sob a liderança do 2º Sargento Silvino Honório de Macedo. Aprisiou os oficiais e dau liberdade aos presos, com a posse do armamento portátil e da artilharia. Compeliu o Forte da Laje e o Forte do Pico (Forte de São Luís) que lhes era subordinado, a aderirem ao movimento contra o governo do Presidente Marechal Floriano Peixoto (1891-1894).
  • Serviu como presídio para presos políticos em diversas ocasiões. Dentre as principais personalidades que ficaram presas na Fortaleza de Santa Cruz, estavam: José Bonifácio, Giusepe Garibaldi, Bento Gonçalvess Euclides da Cunha, Darcy Ribeiro e muitos outros, inclusive o Presidente Juscelino Kubitscheck.

Tem muita história envolvida nessa construção é um dos lugares aqui no Rio que vale muito a pena a visita.

Praia Adão e Eva em Niterói

Depois de avistarmos as fortalezas, seguimos rumo à Jurujuba para conhecer as Praias Adão e Eva. Confesso que essas praias foram uma feliz surpresa desse passeio de barco. Eu nunca tinha ouvido falar delas e me encantei com a beleza de ambas.

As praias de Adão e Eva são quase praias gêmeas, uma possui uma extensão de 250 metros e a outra de 150 metros. Com águas geladas e tranquilas, as praias possuem uma areia branca fina e suas águas, uma coloração esverdeada.

praia de adao e eva

A Praia da Eva, é a que fica próximo a entrada da Baía de Guanabara. Elas são divididas por um rochedo. As praias ficam antes da entrada da Fortaleza de Santa Cruz – quem vem pela terra.

Como chegar

  • Transporte público: saindo do Centro da Cidade, pegue o ônibus 33 da Expresso Miramar, no terminal de ônibus que fica próximo à estação das barcas. Salte no ponto final, na praia de Jurujuba, e ande até a entrada da Fortaleza de Santa Cruz. A entrada das Praias ficam antes da entrada do Forte. São cerca de 3 km, uma média de 50 minutos de caminhada. Caso não tenha um bom preparo físico, recomendamos que você vá de carro.

Voltinha no MAC e Praia de Icaraí

Com uma parada de 40 minutos nas águas verdes das Praias Adão e Eva, voltamos para o barco e começamos a nos preparar para o fim do passeio. Mas antes, demos uma passadinha na Praia de Icaraí, a praia mais famosa de Niterói. Que está localizada no bairro de Icaraí e costuma receber grandes eventos, como a queima de fogos do Ano Novo.

mac em niteroi

Retorno para o Rio com direito a Pôr do Sol (Sunset Tour)

Depois de vislumbrar todas essas belezas, nosso barco seguiu rumo ao Rio novamente e a volta foi ainda mais impressionante do que a ida.

Do barco, pudemos observar bem de pertinho a decolagem de aviões que saíam do Aeroporto Santos Dumont. E também comemos bolo, pois uma das passageiras do passeio de barco estava fazendo aniversário e fizeram uma surpresa para ela. Conforme avançávamos no mar, o sol ficava cada vez mais baixo, até que um raio dourado inundou o mar, os céus e os nossos corações.

sunset tour baía de guanabara

Sobre a DD.Rio

Esse, com certeza, foi um passeio de barco inesquecível. O Capitão Matheus, um dos responsáveis pela Dream Destination Rio foi muito atencioso. Nos serviram também frutas, amendoins e bebidas à vontade.

A DD.Rio oferece o passeio de barco através do Tripadvisor e do Airbnb Experience – ganhe até R$ 49 de desconto em uma experiência no Airbnb. Você pode também entrar em contato com a DD.Rio através dos telefones: +55 21 97654-8453 / +55 21 97441-0396. Ou do Instagram @dd.rio.

Quanto custa fazer um Passeio de Barco no Rio de Janeiro?

Para fazer um passeio de barco no Rio de Janeiro você gastará em média R$ 180 a R$ 200. Como nós compramos pelo Tripadvisor, pagamos em dólar americano. O passeio de barco no Rio de Janeiro custou U$$ 53.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o passeio de barco no Rio de Janeiro deixe um comentário aqui embaixo.

Comente a sua dúvida

%d blogueiros gostam disto: