fbpx

O Recanto das Cachoeiras é um parque natural que oferece lazer e diversão para toda a família. É um lugar que agrada desde jovens casais ou famílias, até os mais aventureiros. E nós tivemos a chance de conhecer e se apaixonar por esse lugar e agora queremos compartilhar com vocês um pouco de como foi a nossa experiência.

Sobre Brotas

Brotas é o 28° maior município do estado de São Paulo. E a capital nacional dos esportes radicais. Muitos turistas e locais procuram a cidade para aproveitar as atividades em meio a natureza como: rafting, canoagem, cachoeiras, entre outras…

recanto das cachoeiras
Recanto das Cachoeiras

Leia também: Onde ficar em Brotas – Pousada das Nascentes

Como chegar no Recanto das Cachoeiras

  • Saindo de São Paulo – para chegar até o Recanto das Cachoeiras saindo de São Paulo, você precisará pegar a Rodovia dos Bandeirantes e seguir até Cordeirópolis – km 168 e entrar à direita na Rodovia Washington Luís (sentido São Carlos / São José do Rio Preto). Seguir pela Rod. Washington Luís até a saída 206B, entrar à direita (seguir placas Jaú/Brotas) pela SP 225 ou Rod. Paulo Romano. E seguir 40 km até a entrada de Brotas. Esse percurso dura umas 2h e meia, para quem está animado para fazer um bate e volta recomendamos sair cedo de casa para aproveitar bastante o dia.
  • Saindo de Brotas – saindo do Centro de Brotas, você deverá seguir em direção à Patrimônio de São Sebastião da Serra. Após 5 km, encontrará a SP 197 e entrará à esquerda no trevo para o Patrimônio (observar placas – Represa, Cachoeiras). Após o trevo, você pegará a estrada que vai para Patrimônio e o Recanto das Cachoeiras fica logo após a subida da serra.
  • Saindo de Patrimônio de São Sebastião da Serra (Pousada das Nascentes) – nós ficamos hospedados na Pousada das Nascentes e para chegar até ao Recanto das Cachoeiras, nós seguimos para a Av. Antônio Mariano do Prado, viramos à esquerda, depois à direita e novamente à direita. O Recanto das Cachoeiras fica muito perto da Pousada das Nascentes, uns 10 minutos de carro. São apenas 7,5 km e o trajeto é tranquilo, a estrada é boa com uma vista incrível, aproveite!

Sobre o Recanto das Cachoeiras

O Recanto das Cachoeiras era uma propriedade familiar e se transformou em um parque natural que está na família do Rodrigo, atual proprietário há gerações. E proporciona aos seus visitantes momentos únicos de esportes e lazer. Além de integrá-los a um ambiente relaxante em meio a natureza.

Quando chegamos ao Recanto, fomos recebidos pelas monitoras da recepção e a minha xará Camila, nos acompanhou durante todo o passeio para nos apresentar ao parque. À primeira vista, o parque já é impressionante, mas não temos dimensão do tamanho real dele até começar a explorá-lo. Quando visitamos o Recanto das Cachoeiras, eles estavam trabalhando a todo vapor na construção de uma área de lazer incrível, com: piscina de borda infinita e um deck para seus visitantes aproveitarem o dia de sol.

Cachoeira Roseira

Após apreciar a vista das Cuestas de Brotas, começamos a descer finalmente em direção às cachoeiras. Uma trilha mata d’entro, de 1200 metros no meio da floresta muito tranquila e muito bem sinalizada nos leva até a primeira parada: a Cachoeira Roseira. Para vocês terem noção do quanto essa trilha é tranquila, a Clara andou o percurso todo no chão – ela têm três anos.

Ela é uma trilha autoguiada, ou seja, você não precisará necessariamente de um guia para fazê-la. Claro que é sempre interesse fazer com alguém que conhece o Parque para descobrir os segredos e história do lugar, mas é uma trilha muito de boa para fazer sozinha.

A trilha foi toda pavimentada e possui corrimão justamente para possibilitar aos visitantes autonomia e liberdade para circular à vontade pelo parque. Durante o caminho você encontrará alguns galhos caídos, por isso é preciso ter atenção redobrada. O percurso para a Cachoeira Roseira dura uns 15 a 20 minutos, e a Cachoeira tem uma queda de 55 metros e está entre os córregos Tijuco Preto e Roseira. A cachoeira é própria para banho e proporciona momentos fantásticos de renovação e paz interior.

Cachoeira de Santo Antônio

Depois da Cachoeira da Roseira, seguimos rumo à Cachoeira de Santo Antônio em mais uma trilha auto-guiada de 800 metros passando pela mata e pela colina. Mais uns 15 a 20 minutos a pé atravessamos o atalho que seguiria rumo a área central do parque e chegamos em uma área com uma mata um pouco mais densa, alguns metros a frente estava a Cachoeira do Santo Antônio.

A Cachoeira do Santo Antônio foi uma grata surpresa, formada a partir do córrego da Roseira e também alimentada por águas límpidas, a cachoeira possui uma queda de 20 metros de altura, com fácil acesso ao seu sopé. A grande surpresa dessa cachoeira é a seguinte: ela tem acesso facilitado para pessoas que usam cadeira de rodas.

Lembram do atalho que falei? Então, as pessoas que possuem dificuldades em sua mobilidade são guiadas por um funcionário do parque até a cachoeira e podem subir no sopé da mesma através de uma rampa de madeira. Muito maneiro, não é?

Gastronomia – Restaurante Mirante da Cuesta

Depois de conhecer as cachoeiras, fomos almoçar no restaurante do parque e gente, que lugar mágico! O Recanto das Cachoeiras tem um atendimento muito diferenciado. TODOS OS FUNCIONÁRIOS, juro, não é brincadeira, todos os funcionários nos trataram muito bem. Todos sempre muito simpáticos e solícitos, com um sorriso no rosto e prontos para nos atender. Dava até gosto de interagir com eles.

A comida era excepcional. O restaurante do parque funciona ao estilo self-service e possui grande variedade de saladas. A culinária é uma mistura de pratos típicos da cozinha caipira e tropeira, sob a supervisão do chef André Braga, do SENAC de Águas de São Pedro.

O valor da refeição é de R$ 50 (preço ref. a dez/18) e pode se servir à vontade. Crianças dos 3 aos 10 anos pagam meia, ou seja, R$ 25. O restaurante funciona sábados, domingos e feriados das 12h às 15h.

Lanchonete da Piscina

Para quem preferir almoçar na pousada, pode curtir o parque e depois fazer um lanche na lanchonete da piscina. Com variadas opções de petiscos, sanduíches, sucos e aperitivos para curtir à beira da piscina ou matar a fome após a trilha. Eles aceitam pagamentos no dinheiro e no cartão e o horário de funcionamento é das 9h às 17h. Os preços precisam ser consultados na hora do pagamento.

Atividades

Andar de quadriciclo

Essa foi a primeira vez que eu andei de quadriculo e vou confessar que foi muito emocionante. Inicialmente eu estava um pouco receosa, ainda mais porque iria junto com a Clara. Mas o instrutor me ajudou a ficar mais tranquila.

Nós seguimos no quadriculo maior, pois éramos nós duas, mais o motorista. E antes de iniciar o passeio tivemos de colocar toucas para proteger os cabelos de encostar no capacete. Uma atitude muito higiênica, pois várias pessoas colocam a cabeça nos capacetes por dia. Claro, que minha touca não durou muito, não é? – risos. Como eu estava de cabelo solto, tive que fazer um malabarismo para que toda essa cabeleira coubesse dentro da touca e do capacete, mas no final deu tudo certo. Clarinha que ficou super animada com o novo visual.

Quando o  instrutor Denilson nos avisou que o passeio duraria 2 horas, eu assumo que não acreditei, mas quando finalmente começamos a andar eu entendi o porquê de “demorar tanto”. Fizemos uma volta completa em todo o parque e ainda aproveitamos para conhecer a Cachoeira do Tamanduá, na propriedade vizinha. O cenário é impressionante, parece cena de filme. Apesar de balançar bastante e dar uma adrenalina danada, o passeio de quadriculo é muito legal.

Para dirigir o quadriciclo é necessário ter carteira de habilitação e mesmo para quem nunca pilotou, indo devagar e seguindo as instruções do guia, pode se aproveitar um passeio fantástico!

O passeio custa R$ 320 por pessoa e dá direito a: taxa de visitação com direito a acompanhante e day use. Os horários dos passeios de quadriculo são: 9h00, 11h00, 13h30, 15h30.

Arvorismo e Tirolesa

Eu assumo que senti um pouco de medo de me arriscar na tirolesa, mas não só por conta do medo de altura, mas porque estava bem cansada da longa viagem e preocupada com a Clara, acabei não fazendo esse passeio, no entanto, meus acompanhantes de viagem fizeram e adoraram a experiência.

O Arvomix é um circuito guiado de atividades composto por 13 atividades realizadas em plataformas e árvores no meio da floresta: falsa baiana, troncos alinhados, poleiro, travessia de corda, rede horizontal, escada de espélio, ponte mediada, rede vertical, escada marujo e uma mega tirolesa de 250 metros.

(Todo o percurso acrobático funciona com o sistema de vagão, ou seja, o cliente não precisa prender e soltar o seu mosquetão durante o circuito. além disso trazer muita confiança ao participante, otimiza o tempo da atividade).

Essa atividade custa R$ 120 por pessoa e inclui a taxa de visitação do parque, além de Day Use. Os horários dessas atividades são: 09h00, 11h00, 14h00. Só a tirolesa custa R$ 110 por pessoa, também inclui day use e o horário desta atividade é às 16 horas.

Cavalgada

Um dos passeios que eu estava muito animada para fazer, mas infelizmente não deu tempo foi a Cavalgada. Queria ver a Clara vivendo essa experiência, mas fica para a próxima – pois, com certeza, pretendemos voltar nesse lugar fantástico.

O Recanto das Cachoeiras oferece três tipos de cavalgadas:

  • Cavalgada da Furna (sem Day Use): esse roteiro de cavalgada foi feito para surpreender. É uma experiência completa de ecoturismo, turismo rural, e muita aventura. Devidamente equipados e com monitores treinados, o grupo sai para uma aventura de aproximadamente 2h30min no meio da floresta, no vale do Jacaré Pepira. A paisagem é deslumbrante, com a vista das serras de Brotas. Descem a serrinha no meio da mata fechada, cruzam o Rio Jacaré Pepira e param na Cachoeira das Lebres para então retornarem à sede da Fazenda. Preço: R$ 94 por pessoa, sem direito a day use. Horários de saída do Passeio: 09h00 às 14h00.
  • Cavalgada da Furna: esse roteiro é parecido com o de cima, no entanto esse garante a taxa de visitação do parque. Preço: R$ 125 por pessoa
  • Cavalgada Noturna: esse é um passeio incrível, realizado em noites de lua cheia. A duração desta atividade é de 2 horas, com direito a pinga com mel, chocolate quente, aperitivos e um som em volta da fogueira após a cavalgada. A altura mínima para participar desse passeio é de 1,20 m e o peso máximo 110 kg. Preço: R$ 148 por pessoa. Horário de Saída: 19 horas.

Outras atividades

Além de todas essas atividades, o Recanto das Cachoeiras possui atividades extras, como:

  • Piscina Praia: na borda da Cuesta, uma piscina com vista panorâmica para a Serra de Brotas.
  • Mirantes Panorâmicos: no Recanto das Cachoeiras você encontrará um cenário impressionante e poderá ficar horas contemplando as belezas naturais que a natureza nos oferece. Com vista para as Cuestas Basálticas do vale que o Rio Jacaré-Pepira corta. No parque você encontrará três mirantes para apreciação das: Cuestas Basálticas, famosa paisagem escarpada típica da região de Brotas.  E da Furna do Rio Jacaré-Pepira.
  • Salão panorâmico multiuso: no salão multiuso você encontrará jogos de mesa como, sinuca e totó.
  • Playground para as crianças: entre o restaurante e a lanchonete você encontrará alguns brinquedos à sombra das árvores para utilização das crianças.
  • Redários e áreas de descanso: depois de conhecer as trilhas e cachoeiras do parque, você pode descansar nas áreas de rede. Com o ventinho da tarde, dá vontade até de tirar uma soneca.

Informações de Valores e Contato

Para conhecer os valores atualizados das atividades do Recanto das Cachoeiras, você pode acessar esse LINK AQUI. Todos os valores dessa matéria são referentes à Dezembro de 2018.

Para entrar em contato com o Recanto antes de ir, essas são as informações de contato do parque:

Telefone: (14) 3653-4227 – (14) 99163-3068 – 99163-3024

E-mail: falecom@recantodascachoeirasbrotas.com.br

E vocês já conhecem Brotas? Deixe um comentário aqui de como foi a sua experiência nessa cidade radical.

1 Comment

Comente a sua dúvida

%d blogueiros gostam disto: