fbpx

Todos nós precisamos de algum tipo de trabalho e, às vezes, contratar um funcionário em tempo integral simplesmente não faz sentido. É aí que saber como contratar um freelancer se torna útil. Se você tem projetos únicos ou não tem certeza se um funcionário em tempo integral faria sentido para você, um freelancer pode ser uma boa solução.

Contratar um Freelancer é sem sombra de dúvidas a melhor forma de crescer o seu negócio. Imagine no inicio da sua jornada empreendedora ter que assinar a carteira de um CLT? 

Aqui estão algumas das minhas principais dicas sobre como contratar um freelancer, vindas de alguém que já trabalhou como freelancer e contratou freelancers antes.

Já adianto que a melhor forma de contratar um Freelancer de forma segura é por plataformas como Workana, 99 Freelas e BID Digital.

como contratar um freelancer

Etapa 1: determinar o escopo do trabalho

Antes de prosseguir, a primeira coisa que você precisa fazer é determinar exatamente o que precisa ser feito. Se você deseja a melhor pessoa para o trabalho, precisa ter clareza sobre o serviço que ela deve fornecer. 

Este é um exemplo de um grande escopo de trabalho para um freelancer:

– Escrever um artigo de 2.000 palavras sobre o impacto da inteligência artificial na indústria de telecomunicações, do ponto de vista de um CEO de empresa, com o público-alvo sendo CTOs na indústria de SaaS B2B .

Aqui está um escopo de trabalho mal escrito para o mesmo trabalho:

– Escrever um artigo sobre IA nas telecomunicações, algo que posso enviar aos meus parceiros e fazer parecer que o escrevi. Talvez eu lhe envie algumas referências mais tarde.

Mesmo se você não escrever para viver, está claro qual descrição de trabalho / trabalho funciona melhor e atrairá melhores freelancers. Uma descrição de cargo devidamente escrita e o escopo do trabalho garantirão várias coisas:

  • – Você encontrará a pessoa certa para o trabalho porque eles saberão se podem fazer isso ou não
  • – Eles vão lhe dar a estimativa certa de quando isso pode ser feito
  • – O freelancer pode fornecer um preço preciso pelo trabalho
  • – Eles vão entregar um produto melhor porque têm mais instruções
  • – Você não terá que se envolver tanto
  • – Você realmente economizará dinheiro porque quanto melhor for o escopo do trabalho, menos tempo eles gastarão pesquisando e trabalhando

Resumindo, pense cuidadosamente sobre o que você precisa fazer e coloque tudo no papel. Quem sabe, talvez você conclua que este é um trabalho recorrente e que, afinal, você pode precisar de um funcionário em tempo integral.

Etapa 2: Decida quanto você deseja pagar

Quanto custa X é uma questão muito ampla. A realidade é que o mesmo trabalho poderia ser feito por 50 reais e 1.000 reais e o custo final depende de vários fatores. 

Em primeiro lugar, os Freelancers super especializados pagam seus próprios impostos e tem seus próprios negócios, razão pela qual suas taxas horárias e de projeto são geralmente mais altas do que as dos funcionários internos.

Em segundo lugar, a localização de um freelancer também terá um papel importante no preço. Um desenvolvedor freelance no Brasil e um desenvolvedor freelance do Canadá terão taxas muito diferentes. 

Em terceiro lugar, há a questão da experiência. Alguém que está apenas começando terá taxas totalmente diferentes de alguém que está se desenvolvendo há anos. Espere pagar mais por freelancers que são especialistas na área, ou aqueles com experiência específica em seu nicho.

Por fim, meu melhor conselho seria perguntar por aí e ver quanto outros clientes semelhantes a você estão pagando pelo tipo de trabalho que deseja realizar. Faça pesquisas online e explore sua própria rede de parceiros de negócios, amigos e conexões do LinkedIn. Se você tiver sorte, poderá até receber uma ou duas recomendações, tornando sua pesquisa mais curta e frutífera.

Etapa 3: Encontre o melhor freelancer

Antes de pensar em como contratar um freelancer, você deve pensar onde encontrar esses freelancers que podem estar interessados ​​no trabalho em primeiro lugar.

Encontrar um freelancer não é muito difícil. Encontrar um freelancer fantástico não é assim tão fácil. Embora eles não estejam exatamente escondidos, você também não os encontrará em lugares como o Workana, 99 Freelas e BID Digital, como dito anteriormente. 

Essas plataformas têm uma base imensa de cadastro de Freelancer, ao cadastrar seu projeto ou tarefa nessas plataformas você irá receber muitas propostas. O ponto chave é que você só paga o Freelancer depois do trabalho concluído, ou seja, você paga para a plataforma e ela assegura que as duas partes podem começar e terminar o trabalho de forma segura e sem risco de calotes.

Etapa 4: Avaliação do freelancer

Como saber se o freelancer pode realmente fazer o trabalho que você precisa que ele faça? A única maneira certa é dar uma olhada em seu trabalho anterior e ver se ele atende aos seus requisitos.

Mais fácil falar do que fazer. Embora a maioria das pessoas consiga distinguir uma boa escrita de um péssimo design e um design de um de qualidade, muitas pessoas não conseguem dizer se um aplicativo foi desenvolvido de maneira adequada ou não. Em outras palavras, você precisa ter algumas habilidades específicas na área em que está avaliando seu freelancer. Se você não tem experiência em áreas altamente técnicas como desenvolvimento, peça a um amigo para avaliar o código do freelancer ou você pode confiar em suas referências e reputação. A abordagem mais inteligente é obter conselhos especializados de um desenvolvedor ou de alguém em uma função semelhante.

Não importa a função, sempre peça portfólios e amostras de trabalhos anteriores. Qualquer freelancer respeitável deve ter um arquivo pronto com os melhores trabalhos que eles podem enviar. 

Alternativamente, você pode avaliar seus conhecimentos usando um teste de habilidade e pedidos de exemplos de trabalhos já executados, que torna as habilidades do candidato fáceis de entender, mesmo para alguém sem conhecimento técnico.

Etapa 5: Como contratar um freelancer

Você encontrou a pessoa certa para o trabalho e fez a contratação! Mas ainda não acabou. Ao confirmar seu novo freelancer, você precisa determinar quanto acesso deseja conceder a eles a ferramentas e documentos internos. Quanto o freelancer deve saber? 

Eu recomendo dar a eles os detalhes de que precisam para concluir o projeto e nada mais. Você não quer que nenhum de seus dados vaze para seus concorrentes ou qualquer outra pessoa, então faça o possível para se manter protegido. Recomenda-se sempre um acordo de não divulgação – existem alguns modelos online e você pode reutilizar facilmente aquele que desejar.

Conclusão

E pronto – você já sabe como contratar um bom freelancer! Como você pode ver, existem algumas etapas diferentes para contratar um ótimo freelancer. Na verdade, é muito semelhante a contratar um funcionário em tempo integral, e é por isso que encontrar a pessoa certa para o trabalho é tão crucial. No entanto, como acontece com a maioria das coisas na vida, quanto mais vezes você fizer isso, mais fácil ficará. Continue seguindo em frente!

Comente a sua dúvida

%d blogueiros gostam disto: