KPIs – saiba o que são e qual a importância de acompanhar as métricas

KPIs - saiba o que é e qual a importância de acompanhar as métricas

Para uma empresa ser bem-sucedida e alcançar lucros expressivos, é necessário que os dados principais estejam bem organizados e visuais, além de definir qual o KPI mais importante.

A sigla KPI vem do inglês Key Performance Indicator, e sua tradução é Indicador Chave de Desempenho, sendo usado em todas as empresas.

Os KPI’s são usados pelas organizações para mensurar os níveis de desempenho de todas as áreas da empresa, como a de gestão de pessoas em startups onde cada uma possui o seu específico.

Quando os KPI’s são bem definidos, a empresa consegue compreender como cada área ou estratégia aplicada está se comportando e em que estágio se encontra.

Neste conteúdo veremos um pouco mais sobre esses indicadores, a importância deles para a sua empresa e quais as principais categorias.

Qual a importância do KPI para o seu negócio? 

Antes mesmo de falar da importância de um KPI para a sua organização precisamos nos aprofundar um pouco mais em seu conceito e objetivo.

Eles estão diretamente ligados ao Balanced Scorecard, tornando-o assim essencial para o acompanhamento de qualquer estratégia, mensurando métricas e assegurando uma visualização detalhada de todos os acontecimentos.

O Balanced Scorecard é uma metodologia que utiliza desses indicadores visando:

  • Conseguir um balanço integrado e estratégico do avanço;
  • Crescimento;
  • Produtividade;
  • Competitividade.

Sendo assim, os KPI’s podem auxiliar a administração financeira faculdade, por exemplo,  a controlar as contas a pagar, a receber e outros números que vão impactar na saúde da empresa.

Diferença entre KPI e métrica

Um ponto que ainda é muito confundido entre as pessoas é a relação e o conceito de KPI e métrica, onde muitos acham que é a mesma coisa.

É importante ressaltar que eles não são a mesma coisa, porém um métrica pode se tornar um indicador-chave de desempenho caso seja usada da forma correta.

Sendo assim, da mesma forma que é importante saber sobre curso gestão de pessoas, o que é e como funciona, é essencial compreender quais métricas irão se tornar KPI’s e quais não.

Por fim, assim que uma métrica começou a se tornar indispensável para o andamento de uma estratégia, sendo valiosa para a empresa, ela precisa ser tratada como um KPI.

Como escolher um KPI?

Agora que compreendemos a importância de um KPI e qual a sua diferença em relação às metas, vamos entender como escolher um da melhor forma possível.

  1. Relevância

O primeiro passo é escolher aqueles KPI’s que irão realmente trazer informações que agregam para o negócio, diferentemente das métricas de vaidade, como likes e comentários em redes sociais.

Foque naquilo que traz informações e resultados concretos para a estratégia.

  1. Frequência

Escolha aqueles KPI’s que possuem atualizações e com possam ser medidos com frequência e periodicidade, pois mostraram os impactos de tudo que foi aplicado com o tempo.

  1. Ajudar nas tomadas de decisões

Todos passos dados em uma organização precisam ser baseados em dados e informações, sendo assim o seu indicador-chave deve te auxiliar a dar esses passos e tornar a caminhada mais fácil.

Tipos de KPI’s

Os Indicadores-chave de Desempenho podem ser diversos, porém eles são divididos em tipos para a sua melhor compreensão e definição.

Essas diferentes formas de mensuração podem ser divididas em três categorias, os KPI’s primários e secundários, além dos práticos.

Abaixo veremos um pouco mais sobre eles.

  1. KPI’s primários

Eles são os principais para os objetivos definidos pela empresa, mostrando resultados do âmbito mais monetário, ou seja, tudo aquilo que está trazendo lucro para a empresa.

Assim como a área de gestão de recursos humanos presencial mensura contratações, por exemplo, a de Marketing irá levantar:

  • Leads;
  • Conversão;
  • Tráfego;
  • Custo do Lead.

Por fim, tudo aquilo que será mostrado em reuniões para o acompanhamento das estratégias pode ser definido com KPI primário.

  1. KPI’s secundários

Já os indicadores-chave secundários servem para reforçar as informações apresentadas e levantadas nos KPI’s primários, justificando cada número.

Levando em conta os exemplos dentro do Marketing, esses indicadores podem ser:

  • Custo por visitante;
  • Custo por lead em cada etapa do funil;
  • Assinantes do blog ou newsletter;
  • Origem do tráfego.

Sempre foque naquilo que vai mostrar os porquês de tudo que foi mostrado nos KPI’s primário, assim você conseguirá definir os secundários de forma excepcional.

  1. KPI’s Práticos

Esses indicadores já estão mais presentes nas tarefas do dia a dia e nos testes realizados dentro de uma campanha ou estratégia, para justificar aquilo encontrado nos secundários.

Essa lista de indicadores já é mais longa que as anteriores podendo ser:

  • Pageviews;
  • Melhores landing pages;
  • Palavras-chave mais pesquisadas (de acordo com seu negócio);
  • Conteúdos mais lidos/visitados;
  • Visitantes (novos x recorrentes).

Sendo assim, quando mais a fundo você for dentro da estratégia mais KPI’s serão necessários para que tudo seja acompanhado de forma coerente e que traga resultados relevantes para a empresa.

Siga-nos no Google Notícias para ficar por dentro de todas as novidades do site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: